Vacina testada em macacos permite proteção duradoura contra Ebola


Uma injeção de uma vacina experimental, acompanhada de uma segunda de reforço "a posteriori", permite uma proteção "rápida e duradoura" contra o vírus Ebola nos macacos, revela um estudo publicado neste domingo.
Baseada em um vírus de resfriado que afeta chimpanzés e ministrada em macacos de laboratório, a aplicação dessa vacina deu a esses animais "uma proteção completa em curto prazo e parcial em longo prazo" contra o Ebola - afirmam os autores dessa investigação publicada na revista "Nature Medicine".
Os animais que receberam o reforço da vacina, dentro de um novo esquema de vacinação ainda em estudo, desenvolveram uma imunidade "duradoura".
Para os autores da pesquisa, trata-se da primeira demonstração de uma proteção duradoura por uma vacina contra o vírus "Ebola Zaire", cepa da atual epidemia, que já deixou mais de 2.000 mortos na África Ocidental, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).
Se for aprovada, "essa vacina beneficiará a população" durante as epidemias, garantem os pesquisadores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado

Festa do Boi começa nesta sexta com Aviões, Simone & Simaria, Luan Estilizado, entre outras atrações