Francisco: “Ajudar cristãos a não abandonarem o Oriente Médio”

1_0_831953
Nesta segunda-feira, 20, o Papa Francisco participou do Consistório convocado poucos dias atrás, durante o Sínodo sobre a Família. No encontro, além de algumas causas de canonização, foi discutida uma questão que o Santo Padre privilegia de modo especial: a situação dos cristãos no Oriente Médio. Um grande número de cardeais e bispos estava presente na reunião.

Tomando a palavra, Francisco explicou o motivo pelo qual quis realizar este Consistório: a vontade comum de resolver os conflitos com o diálogo e ajudar de toda forma possível as comunidades cristãs a permanecerem na região.
“Não podemos imaginar o Oriente Médio sem os cristãos, que há dois mil anos ali confessam o nome de Jesus. Os últimos acontecimentos, principalmente no Iraque e na Síria, são muito preocupantes. Assistimos a um fenômeno de terrorismo de dimensões jamais pensadas. Muitos irmãos são perseguidos e tiveram que deixar suas casas de modo brutal. Ao que parece, se perdeu a consciência do valor da via humana; é como se as pessoas não contassem mais e pudessem ser sacrificadas em nome de outros interesses. Isto acontece, infelizmente, em meio à indiferença de muitos”.
“Esta situação injusta requer, além de nossa constante oração, uma resposta adequada também da Comunidade Internacional. Estou certo que, com a ajuda do Senhor, emergirão do encontro de hoje válidas reflexões e sugestões para ajudar nossos irmãos que sofrem e abordar o drama da redução da presença cristã na terra onde nasceu e da qual se difundiu o cristianismo”, disse Francisco.
Fonte: Rádio Vaticano 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado

Festa do Boi começa nesta sexta com Aviões, Simone & Simaria, Luan Estilizado, entre outras atrações