Operação do MPRN investiga desvio de R$ 5,5 milhões da Assembleia Legislativa

Com apoio da Polícia Militar, MP cumpre mandados de busca e apreensão na Assembleia Legislativa do RN; servidores foram barrados na entrada do prédio
Com apoio da Polícia Militar, MP cumpre mandados de busca e apreensão na Assembleia Legislativa do RN; servidores foram barrados na entrada do prédio

Uma operação deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (20) pelo Ministério Público cumpre mandados de busca e apreensão em condomínios do bairro de Candelária, na zona Sul de Natal. Segundo o MP, os trabalhos são coordenados pela Promotoria do Patrimônio Público e investigam um suposto desvio de R$ 5,5 milhões dentro da Assembleia Legislativa e de setores administrativos do órgão. A operação foi batizada de "Dama de Espadas".

e acordo o MP, servidores públicos do órgão, com o auxilio de um gerente do banco Santander, se utilizavam de cheques-salário para desviar os recursos em benefício próprio ou de terceiros. Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 8ª Vara Criminal de Natal. Ao todo, 17 promotores de Justiça e cerca de 60 policiais militares participam dos trabalhos, que acontecem em Natal e nos municípios de Santa Cruz e Areia, na Paraíba.

Ainda segundo o MP, os desvios eram operacionalizados por meio de inserção fraudulenta de pessoas na folha de pagamento da ALRN. Desta forma, eram emitidos cheques-salário em nome dos servidores fantasmas e sacados pelos investigados ou através de terceiros, que se utilizavam até mesmo de procurações inexistentes para ter acesso ao dinheiro.

O Ministério Público informou que o total desviado é de R$ 5.526.169,22. A operação segue em andamento. Não há a confirmação de servidores presos até o momento. A sede da Assembleia Legislativa está fechada enquanto são desenvolvidos os trabalhos do MP. Do lado de fora, alguns servidores aguardam para poder entrar. Os envolvidos no esquema criminoso podem responder pelos crimes de associação criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

A Assembleia Legislativa confirmou através de sua assessoria de comunicação que irá comentar o caso durante a manhã desta quinta-feira.

Trabalho

A Polícia Militar está realizando uma espécie de triagem para a entrada dos servidores. As pessoas que atuam em setores que não estão sendo alvos de investigação estão sendo liberados para adentrarem a sede. Segundo relatos iniciais, não há buscas em gabinetes dos parlamentares.

O alvo da operação, no momento, são setores administrativos da Casa.
Tribuna do Norte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado

Festa do Boi começa nesta sexta com Aviões, Simone & Simaria, Luan Estilizado, entre outras atrações