Embalado, Flamengo encara a Chapecoense para se manter no G-4

Alan Patrick comemora com Paulinho o primeiro gol do Flamengo

O Flamengo emplacou uma série de cinco vitórias seguidas neste Campeonato Brasileiro. Com isso, os rubro-negros trocaram a briga contra o rebaixamento pelo G4 da competição. Neste domingo, na Arena Condá, os cariocas terão pela frente a Chapecoense, que caiu de rendimento após um início bom de Série A e mira a permanência na elite do futebol brasileiro.

Os donos da casa vêm de empate fora de casa com o Joinville, que deixou a equipe mais próxima da zona de rebaixamento. Com isso, o técnico Vinícius Eutrópio revelou que o objetivo da equipe é livrar o risco de degola. Para isso, o comandante espera que a torcida compareça na Arena Condá, onde a Chapecoense sempre é forte e conquistou a maioria de suas vitórias dentro do Campeonato Brasileiro.

"Estabelecemos 15 pontos para o returno. Dentro desse critério, faltam 13 ainda. Assim, a gente tem que convocar a torcida. Hoje faltam 13 pontos em 14 jogos. Por isso, tem que chamar o público para essa contagem regressiva. O segundo turno é completamente diferente do primeiro", declarou.

Eutrópio sabe que terá um adversário em grande fase no momento. Por conta disso, o treinador espera poder prevalecer a força do fator casa para sair de campo com o resultado positivo.

"O Flamengo jogou nesta quinta. É uma equipe que está vencendo. Tem que estudar as peças do Flamengo, que é um todo. Exercer a força que tem em casa para buscar a vitória na próxima rodada", disse.

Em relação a escalação, a Chapecoense deve repetir a formação que empatou no meio de semana. Os catarinenses contam com os gols de Bruno Rangel para seguir mais uma temporada na Série A do Brasileiro.

Pelo lado do Flamengo, o clima é de confiança. A quinta vitória seguida, conquistada no meio de semana contra o Cruzeiro, fez com que a equipe entrasse pela primeira vez no G4 nesta temporada. O técnico Oswaldo de Oliveira preferiu minimizar a posição atual e pediu para que os rubro-negros pensem somente no rival deste domingo.

"Se você olhar o todo da tabela, é amedrontador. Mas não vamos pensar em todos de uma vez. Vamos pensar um de cada vez. Agora temos que pensar na Chapecoense, no domingo. Depois, vamos avançando. Até lá, as coisas podem mudar. Algumas dessas equipes podem não estar mais na posição que estão agora. O G-4 é um objetivo final", falou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado

Festa do Boi começa nesta sexta com Aviões, Simone & Simaria, Luan Estilizado, entre outras atrações