Prefeito tenta conduzir Tocha Olímpica mas é barrado

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), apesar de suficientemente esclarecido sobre as normas para condução da Tocha Olímpica em todas as cidades por onde ela passou e tem passado, pagou “mico”. Como se diz na gíria, deu uma de “joão-sem-braço!” (fez-se de doido para melhor passar).


Leandro Higo, lutador de MMA, foi um dos condutores da tocha em Mossoró; prefeito ficou no carro da organização, preparado, mas sem autorização para conduzi-la (Foto: PMM)

O prefeito estava listado como um dos condutores, mas a coordenação nacional do evento vetou sua participação com essa finalidade. O comitê organizador local, assentado na Prefeitura, cometeu esse pequeno equívoco, digamos.

Veja abaixo o que publicou de forma esclarecedora a página Globo Esporte, com título aspeado:

“Mal entendido”

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, chegou a integrar a lista de condutores da cidade por indicação do comitê organizador local, mas não carregou a tocha. Ele estava no primeiro ônibus que distribuiu os condutores e o percurso seria na Avenida Presidente Dutra, na Ilha de Santa Luzia.

Segundo a assessoria de comunicação da Rio 2016, houve um “mal entendido nesta indicação e ele não foi autorizado a conduzir a Chama Olímpica”.

Políticos em exercício do cargo e detentores de cargos públicos não podem participar do revezamento. As únicas exceções são para o presidente da república, e o governador e o prefeito do Rio de Janeiro, sede da Olimpíada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Ex-secretário confirma pré-candidatura

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado