Chance de 2º turno

Chance de 2º turno aumenta em 2014, diz pesquisa CNT/MDA


Num possível segundo turno, a situação de Dilma é mais confortável. No cenário contra Aécio, a presidente receberia 39,2% dos votos, enquanto o tucano ficaria com 29,3%. Contra Eduardo Campos, a presidente teria uma vantagem ainda mais significativa: 41,3% contra 24% do presidente nacional do PSB.
Na comparação com a última pesquisa, contudo, a diferença do segundo turno também caiu. Em fevereiro deste ano, Dilma tinha 46,6% contra 23,4% de Aécio Neves. A diferença também diminuiu contra Eduardo Campos — em fevereiro, Dilma tinha 48,6% das intenções de voto e caiu para 41,3%, enquanto o ex-governador pernambucano cresceu de 18% para 24%.
A pesquisa leva em conta 2.002 entrevistas, feitas em 137 cidades de 24 unidades federativas das cinco regiões do País. O levantamento foi feito entre os dias 21 e 25 de abril de 2014. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança. O registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é 00086/2014.
O diretor-executivo da CNT, Bruno Batista, avalia que a oposição está sendo beneficiada pela queda de Dilma.
— Os dados mostraram pela primeira vez arrancada da oposição. Houve migração dos votos que Dilma está perdendo. Entre os grandes pontos que explicam essa queda [da popularidade], está a diminuição acentuada de avaliação dos quesitos sociais. Os eleitores também começam a tomar ciência dos demais candidatos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado

Festa do Boi começa nesta sexta com Aviões, Simone & Simaria, Luan Estilizado, entre outras atrações