PMs que atuaram na Copa do Mundo em Natal ainda não receberam diárias

Manifestantes saíram às ruas de Natal para protestar contra os gastos da Copa e administração dos governos federal e estadual (Foto: Felipe Gibson/G1)

As diárias operacionais de policiais militares que trabalharam na Copa do Mundo em 2014 em Natal ainda não foram pagas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). O atraso chega a um ano e, de acordo com a Associação de Cabos e Soldados da PM, o governo não sinaliza com uma data para efetuar o pagamento. Além das diárias da Copa, estão em atraso também as diárias operacionais referentes aos festejos do Mossoró Cidade Junina do ano passado.

"O governo não paga e diz que quer priorizar daqui pra frente em uma tentativa de separar as ações dos governos. Mas nós não trabalhamos para Rosalba. Nós trabalhamos para o Estado, prestando serviço à comunidade. Abrimos mão das nossas folgas para trabalharmos em um evento e precisamos receber", disse Roberto Campos, presidente da Associação de Cabos e Soldados.

Ainda segundo a Sesed, as diárias operacionais referentes a 2015 estão todas em dia. Contudo, a assessoria de imprensa da secretaria não informou o montante referente às diárias da Copa do Mundo nem os valores devidos do Mossoró Cidade Junina.

A Associação de Cabos e Soldados também não soube informar o montante da dívida, mas disse que cada PM recebe R$ 50 por seis horas de trabalho nas diárias operacionais. "Abrimos mão das nossas folgas e temos que receber o nosso dinheiro. Esse atraso não é justo", reclamou Roberto Campos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTENDA OS MASSACRES DE CUNHAÚ E URUAÇU, DATA QUE É FERIADO NO RIO GRANDE DO NORTE

Ex-secretário confirma pré-candidatura

Odon Jr e Anderson realizam Festa da Vitória na próxima terça-feira (11), véspera de feriado